Moda e Vestuário

A reciclagem que dita moda: Joel Modas

Joel Modas é sucesso na novela global Segundo Sol

O ex-pedreiro Joel Souza da Conceição conseguiu unir reciclagem, arte, rentabilidade e sustentabilidade em sua empresa Joel Modas, abandonando a sua antiga profissão e se tornando um estilista e designer de moda.

As peças confeccionadas na ” Joel Modas”   utiliza materiais recicláveis, objetos descartáveis, como lacre e fundo de latinhas de cerveja, refrigerante e garrafas pet como matéria-prima na produção de roupas e bijuterias, criando verdadeiras obras de arte.

O trabalho da “Joel Modas” ganhou visibilidade pela primeira vez numa exposição no Pelourinho, em Salvador. As peças impressionaram a Diretora da Orquestra Popular do Pelourinho, Telma Sheisa, e a coreógrafa Emília Biancardi, que encomendaram inúmeras peças que vestiram a orquestra em uma apresentação especial.

Essa exposição abriu as portas para o estilista, que passou a receber convites para exposição e eventos, ganhando, também, visibilidade internacional, tendo como responsável a cantora Mariene de Castro, numa apresentação em Paris.

Atualmente o negócio da empresa “Joel Modas” ganhou notoriedade na novela global Segundo Sol, onde o protagonista Beto Falcão (Emílio Dantas) veste peças confeccionadas pelo estilista.

Joel revelou que a estreia da novela foi marcante para sua carreira,pois, o primeiro capítulo da novela foi ao ar na data do seu aniversário, 14 de maio, e o personagem Beto Falcão apareceu vestindo um colete de sua produção.

Confira, na integra, a entrevista com Joel Souza da Conceição e as revelações do sucesso da sua empresa e como tudo começou:

Mercado-BA: Como surgiu a ideia de confeccionar roupas com material reciclável?

Joel Souza: Artista por acaso, como eu costumo dizer. Tive minha primeira experiência com a arte quando aproveitei uma porção de lacres de latinhas de cerveja colecionados por minha irmã e desenvolvi com este material a primeira peça de roupa da coleção, uma blusa, ponto de partida para o sucesso que é hoje.

Mercado-BA: No início do seu negócio teve rejeição da família ou amigos?

Joel Souza: Quando comecei a dedicação a arte da reciclagem não contei com o apoio da família e amigos. Muitos criticavam por desacreditarem do meu trabalho. Porém enfrentei tudo, com fé e dedicação, tendo como foco o bem-estar da minha esposa e dos meus filhos, a razão e inspiração para tudo o que faço.

Mercado-BA: Quanto tempo em média leva para finalizar uma peça?

Joel Souza: A confecção de cada peça leva cerca de 10 dias, com muito cuidado e dedicação nos detalhes de cada peça trabalhada.

Mercado-BA: Quais são os meios que você utiliza para divulgação e comercialização de suas peças?

Joel Souza: Para impulsionar meu trabalho utilizo muito a divulgação através das redes sociais: Facebook, Instagram, Twitter, blog, WhatsApp. O que possibilita fechar venda no Brasil e no exterior.

Mercado-BA: Quais os meios de vendas que você tem um retorno mais rápido de compras efetivas?

Joel Souza: Os meus clientes costumam fechar negócios através do WhatsApp. Apesar do Facebook e Instagram permitirem maior visibilidade da Joel Modas. Eu sou responsável por gerir as redes sociais e as negociações das peças.

Mercado-BA: Quanto custa em média cada peça?

Joel Souza: As peças possuem valor variado dependendo do tipo da peça. Em média pode custar de R$ 5, uma bijuteria, até R$ 10 mil, um vestido de noiva, meu mais recente trabalho.

Mercado-BA: Em quais países você já efetivou vendas?

Joel Souza: As vendas são efetivadas tanto no Brasil como no exterior, como alguns países da Europa, Itália, E.U.A, Índia.

Mercado-BA: O mais recente sucesso de suas peças é o “colete de Beto Falcão” da novela global Segundo Sol. Como ocorreu esse tramite de negociação com a produção da novela?

Joel Souza: A solicitação da peça foi realizada pela produção em novembro de 2017. A produção argumentou que a novela iria ao ar em maio deste ano. O tempo para confeccionar o colete foi de 10 dias.

A negociação foi realizada através de uma ligação da produção, perguntando sobre valores das peças e o tempo para entrega, informando que a peça faria parte do figurando de uma novela que estava com estreia marcada.

Primeiramente informaram outro nome para a novela, acho que foi uma forma de manter segredo. Logo foram negociados três coletes e enviadas as medidas dos personagens. Comecei a confeccionar as peças, em nome da Globo do Rio de Janeiro.

Mercado-BA: Qual foi à peça que levou mais tempo para ser confeccionada?

Joel Souza: Foi o mais recente o vestido de noiva que levei quatro meses para confeccionar. A peça possui cerca de 8.700 lacres interno da latinha, com 16.000 aros da latinha. Pesa 3,7 Kg e está avaliado em R$ 10 mil.

Mercado-BA: Diante de tanto trabalho entre exposições, apresentações e reconhecimento no exterior, você já recebeu algum prêmio simbólico do seu trabalho inovador com a reciclagem?

Joel Souza: Fui um dos finalistas do 20º Prêmio Francal Top de Estilismo, na categoria Bolsa Profissional. Conquistei uma bolsa para estudar três meses na Moda Pelle Academy (MPA), em Milão, uma das mais conceituadas escolas de estilismo de calçados e acessórios do mundo.

 

Por Hosanna Bacelar, Ana Paula Ramos e Anuska Meirelles. 

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *