Alimentação

Empório Veganza, mais do que empresa, uma filosofia

Com aposta inovadora no mercado de Salvador, empresa investe na consciência “green” e na venda do estilo de vida vegano

As pessoas estão mais conscientes sobre a importância de cuidar do planeta, dos animais, da alimentação, bem como da saúde. Diante dessa perspectiva foi que surgiu o movimento vegano, baseado em uma dieta alimentar sem nenhuma composição animal.

Voltado para atender esse público específico, surgiu a empresa Veganza Empório, localizada na Rua das Hortênsias, região da Pituba, comercializando produtos e refeições apenas de origem vegana.

Os produtos comercializados pela empresa são capazes de agradar definitivamente até mesmo os paladares mais exigentes. “Eu até prefiro o sabor de alguns pratos veganos do que os tradicionais”, comenta Jefferson Santos, chefe de cozinha do estabelecimento.

Ao ser questionado sobre a dificuldade em se manter uma dieta considerada tão restritiva, Paulo Victor, empresário do espaço, comenta de forma crítica: “difícil não é ser vegano, difícil é ser a vaca”.

Além dos alimentos comercializados, a loja proporciona um ambiente amistoso aos clientes, que imediatamente encontram no estabelecimento um clima favorável para conhecer outros adeptos do veganismo, favorecendo a interação e troca de experiências entre os consumidores.

Apesar do notório crescimento do número de clientes na loja, não existem pesquisas que afirmem o aumento do movimento vegano, ao contrário dos vegetarianos, que segundo o IBGE, representam 14% da população brasileira.

Os veganos se diferem dos vegetarianos pois seguem uma linha mais restritiva. Não consomem nada de origem animal, seja comida, produtos estéticos, bem como roupas. Já os vegetarianos, se restringem apenas a não consumir proteína animal.

Público Alvo

Apesar de comercializar somente alimentos de origem vegana, a maioria dos clientes tem sido o público “fitness” ou pessoas que possuem algum tipo de restrição alimentar, levando-as à loja em busca de algo que se adeque às suas necessidades.

Os alimentos vendidos no Empório Veganza não são limitados somente para os veganos, pois em sua maior parte os produtos também são integrais, orgânicos, sem açúcar e com várias outras qualidades nutricionais.

Apesar do grande fluxo diário de visitantes – cerca de cem pessoas durante a semana e 250 aos finais de semana, segundo dados do empório – nem todos os produtos têm preços considerados acessíveis para todas as classes sociais, variando entre R$ 7 à R$ 229.

Paulo Victor Pinheiro, dono do estabelecimento, explica que a razão dos alimentos veganos serem menos acessíveis, está na menor escala de produção, tornando os produtos mais caros se comparado com alimentos produzidos à base de leite e de ovos, que tem uma série de subsídios do governo para produção agropecuária.

Filosofia empresarial

O Empório Veganza, além de contar com a venda de produtos de categoria alimentícia, também comercializa artigos de beleza, cosméticos e materiais de limpeza produzidos sem nenhum tipo de teste em animais, ressaltando ainda mais o propósito da empresa.

Além dos produtos serem orgânicos e sem nenhum sacrifício animal, a Veganza também se preocupa ao mesmo tempo com outros valores, como o cuidado com o planeta.

A loja utiliza somente luz de LED, os pratos e talheres são reaproveitáveis e os copos e canudos são de papel. “O uso de material plástico descartável é o mínimo possível”, afirma o dono da empresa.

 

Por Edmar Xavier, Patrick Figueira, Ronald Rios, Wendel Araújo.

 

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *