Moda e Vestuário

Soul Dila cresce vendendo baianidade e sustentabilidade

“Oxente”, “Porreta” e “Di Fudê”. Soul Dila aposta em frases baianas para conquistar o mercado nacional.

Modelo Soul Dila (Foto: Reprodução)

A marca Soul Dila nasceu com a proposta de trazer o que os sócios enxergavam como escasso e sem muita representação na moda: a cultura baiana.

Idealizada em 2008 e estabelecida três anos depois, hoje, a empresa conta com oito pontos de venda, incluindo uma loja em Sergipe e uma loja virtual.

Eduardo Bahiana, sócio e co-fundador da marca, explica que a ideia surgiu da inquietação de empreender e da ausência de produtos ligados à sua terra. “A cultura e a beleza da Bahia vêm auxiliando o crescimento do negócio”, conta o sócio.

A marca Soul Dila, que significa “alma leve”, pretende fazer com que “as pessoas tenham mais orgulho da sua naturalidade, da baianidade”, explica Eduardo.

“O preconceito em ser baiano ainda existe, é real. Sem dúvida nenhuma e, modéstia parte, a gente influenciou para que as pessoas estampassem seu ‘oxente’ sem vergonha e com orgulho”, completa.

Camisetas, bonés e outros acessórios da marca estampam frases e expressões típicas da Bahia, como “Oxente”, “Porreta”, “Cara de Mainha” e “Di Fudê”.

Eduardo Bahiana, sócio e co-fundador da Soul Dila

Para Bahiana, a roupa é um instrumento de comunicação, onde podem disseminar seus ideais: “A gente sabia que mudar o mundo era complicado, mas poderíamos impactá-lo através das roupas”.

Para além do público baiano, a loja virtual também garante que os produtos estejam acessíveis ao resto do país. “A gente tem uma energia diferenciada, essa é a facilidade de vender a Bahia para o mundo”, conta o empresário.

Preocupados com questões sociais e de sustentabilidade, Bahiana conta que a marca tem apostado em várias ações. Há cinco anos realizam o que chamam de “liquidação troca de roupa”, que consiste em ganhar descontos em produtos da marca na troca de roupas usadas.

“Oferecemos também produtos com vida útil mais demorada, e feitos com materiais sustentáveis. Isso porque acreditamos na natureza como ser vivo, e estamos pensando sempre na sustentabilidade”, evidencia o sócio.

Soul Dila e seu desenvolvimento

Desenvolvimento da Soul Dila ao longo dos anos

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *